Conheça o Delibera

Bem-vindo a plataforma de debate do pontosdeculturabrasil.redelivre.org.br

Saiba mais

Voltar à pautas

Editais voltados a produtores e criadores negros

Prazo encerrado

Boa tarde, galera!

Conforme na reunião da CNPDC em BSB no Mapati, coloquei para alguma pessoas a importância de buscarmos participar destes editais, pois os mesmos tem algumas características onde podemos trabalhar em rede e fortalecer o conceito do CULTURA VIVA.Pelo menos é o que penso ao lê-los, Acredito que o GT de Comunidades Tradicionais e Matriz Africana poderia ser o proponente e ir amarrando com os outros e assim trabalharmos por região estes editais. que acham?

O Ministério da Cultura lançou no dia 20 de novembro – Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra – editais voltados a produtores e criadores negros, num valor próximo de R$ 9 milhões, por meio da Fundação Biblioteca Nacional (FBN), Fundação Nacional de Artes (Funarte) e Secretaria do Audiovisual (SAv), em parceria entre a Fundação Cultural Palmares e Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR/PR).

Com os editais, espera-se formar novos escritores, elevar o número de pesquisadores negros e de publicações de autores negros, incentivar pontos de leitura de cultura negra em todo o país; também premiar curtas dirigidos ou produzidos por jovens negros, na faixa de 18 a 29 anos; investir em criação, produção e fazer com que artistas e produtores negros ocupem palcos, teatros, ruas, escolas e galerias de arte de todo o país.

Fundação Biblioteca Nacional – Em um valor total de R$ 4 milhões, a FBN lançou três editais para ampliar o acesso à literatura já existente de autores negros, fomentar o surgimento de novos escritores e pesquisadores e dar visibilidade para suas criações e pesquisas, incentivando a produção de publicações na forma de livros, em meio impresso e/ou digital. Acesse os editais na página da FBN.

Secretaria do Audiovisual – A Secretaria do Audiovisual vai premiar, por meio do Edital Curta-Afirmativo, seis curta-metragens dirigidos ou produzidos por jovens negros, na faixa etária de 18 a 29 anos. O edital valorizará a juventude em suas particularidades. A temática dos curtas é livre, não precisando, necessariamente, relatar questões étnicas. Cada curta terá o investimento de R$ 100 mil. Acesse o edital na página da Sav

Funarte – Além de homenagear um dos maiores artistas negros da história de nosso país em seu nome, o Prêmio Funarte Grande Otelo investirá em criações e produções que contemplem toda uma diversidade de expressões artísticas. Segundo o presidente da fundação, Antonio Grassi, serão quatro prêmios de R$ 200 mil, 12 prêmios de R$ 150 mil e 17 prêmios de R$ 100 mil.

O objetivo é que artistas e produtores negros ocupem palcos, teatros, ruas, escolas, galerias de arte de todo o país. Para isso, a Funarte vai fomentar 33 projetos nas categorias artes visuais, circo, dança, música, teatro e preservação da memória visando estimular a pesquisa, a preservação de acervos e a reflexão sobre a produção artística negra no Brasil, como forma de combater o preconceito. Acesse os editais na página da Funarte.

Relatoria da Pauta

Deixe uma resposta

3 + 7 =


Para participar, você precisa fazer o login ou registrar-se no site.